Blog

castanhas

Sobre as oleaginosas dizem que cinco castanhas por dia é ideal para uma alimentação saudável. Verdade ou mito? As nuts estão deixando as pessoas em parafuso sobre o que são e quanto consumir.

Hoje em dia elas estão famosas entre as pessoas que seguem um estilo de vida saudável. Afinal elas são um “quebra-galho” quando estamos no trabalho ou presos no trânsito e bate aquela fome. Além disso, as oleaginosas fornecem muitos benefícios para o nosso organismo.

O consumo de nuts, ou oleaginosas, como são conhecidas cientificamente, sempre foi popular, principalmente na dieta mediterrânea, que é considerada por muitos como uma das dietas mais saudáveis do mundo e aclamada por possuir funções cardioprotetoras.

A ingestão dessas pequenas sementes de forma regular e balanceada fornecem importantes benefícios para o corpo humano que são diversificados e dependentes dos tipos de nuts presentes na sua dieta.

Apesar disso, estudos mostram que o consumo de nuts em geral consegue diminuir o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

As nuts apresentam diversos nutrientes e grande poder de saciedade, além de serem uma ótima opção de snack, já que são fáceis para o consumo a qualquer hora, práticos para o transporte e não necessitam de acondicionamento específico.

A diversidade desse grupo alimentar também previne uma dieta monótona e permitem a criatividade na hora de preparar seus lanches.

Amendoins

Os amendoins fornecem 585 calorias em 100 gramas e seu consumo de forma regular pode contribuir para o aumento do gasto energético em repouso, aumento dos níveis séricos de HDL e diminuição do LDL.

Também auxilia nos controles de níveis de colesterol e no metabolismo glicídico podendo reduzir o risco de desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis.

Avelã

As avelãs têm 646 calorias em 100 gramas e sua ingestão de forma regular parece não alterar o peso corporal, mas tem efeitos positivos sobre o perfil lipídico sanguíneo e pode ter atividade anti-inflamatórios e antioxidante.

Amêndoas

Em 100 gramas de amêndoas estão contidas 595 calorias que não promovem a aceleração do metabolismo ou redução do peso, mas parece contribuir para o controle do colesterol, do LDL e níveis de insulina, além de ter ação antioxidante.

Macadâmia

As macadâmias já são mais calóricas, 718 calorias em 100 gramas e são muito utilizadas na produção de doces. Os estudos sobre essas nuts são escassos, mas indícios apontam para o poder antioxidante dessa semente.

Pistache

O pistache provê 567 calorias em 100 gramas e seu consumo diário se prova benéfico para o perfil lipídico do sangue. É possível ainda que atue de forma vantajosa sobre os processos oxidativos e inflamatórios.

Castanha

A castanha do Brasil, também conhecida como castanha do Pará, fornece 643 calorias em 100 gramas. É o alimento mais rico em selênio do mundo! Estamos falando de um micronutriente com papel antioxidante importantíssimo para a saúde do homem. Além disso, o consumo regular da castanha do Brasil auxilia na melhora do perfil lipídico sanguíneo.



As pessoas ficam receosas em consumir nuts, já que é um alimento com alto valor calórico e rico em lipídios. Mas não é levado em conta, e deveria ser, que estamos falando de gorduras mono e poli-insaturadas, ou seja, gorduras boas que, consumidas em moderação trazem benefícios ao corpo.

Além de deliciosas quando consumidas in natura, as nuts podem ser ingeridas de diversas outras formas, como torradas, com sal e outros temperos, cobertas de chocolate 70%, entre milhares de outras opções. No site da Lucco fit você pode encontrar alguns desses produtos.