Blog

Lunch boxes with chicken and salad, ready to go for work or school. Meal preparation or dieting concept

Que atire a primeira pedra quem, hoje em dia, tem tempo de sobra pra cozinhar todos os dias! Consumir marmitas congeladas são uma ótima opção para aqueles que possuem uma rotina de trabalho intensa e não tem um tempinho para se dedicar a cozinha.

Porém, muita gente acaba acreditando que é desafiador cozinhar para a semana inteira, para 15 ou 20 dias e acaba se alimentando na rua, em padarias ou restaurantes, o que resulta no aumento mensal de gastos ou na má alimentação.

Esse tipo de hábito exige, com certeza, um pouco mais de tempo, dedicação e disciplina. É necessário separar um sábado ou domingo, para incluir o hábito de fazer a compra necessária para seu cardápio, ter uma manhã ou tarde livre só para isso e organização na hora de planejar seu almoço e jantar da semana.

Tudo que é novo assusta, dessa forma se você não está acostumado a elaborar marmitas congeladas, no início isso vai exigir um pouco de paciência e prática. Mas garanto que depois de algumas semanas, essa rotina já será automatizada.

marmitas congeladas

Dicas para otimizar a produção das Marmitas Congeladas

Quando a gente pensa em marmita congelada, a criatividade deve estar presente em tudo, não só na hora de pensar nos alimentos e receitas que você irá comprar e fazer, mas também no como, na maneira de produzir que deve ser mais prática e rápida.

Uma das primeiras coisas que você deve pensar é em seus utensílios domésticos. Além do trivial, alguns utensílios de cozinha te oferecem grande auxílio e praticidade na hora de cozinhar vários pratos em um só dia. Seguem algumas dicas de otimização.

1- Faça uma lista de compras

Para começo de conversa, você precisa fazer a sua lista de compras conforme os alimentos da sua preferência e da dieta que você está fazendo.

Mas, de um modo geral, os principais alimentos se baseiam nessa divisão: verduras e legumes, proteínas, carboidratos, itens para sua salada e temperinhos prediletos.

Outros itens importantes na sua lista de compras para o preparo das suas marmitas congeladas – se você ainda não tiver – são as vasilhas tupperware de vidro ou de plástico para guardar suas marmitas prontas, saladas e frutas já cortadinhas.

Se você quiser cozinhar, por exemplo, para uns 15 dias diferentes, haja pote para guardar tudo, não é? Nesse caso, a dica é comprar aquelas embalagens de plástico mole, que são bem baratinhas.

Porém, não recomendo esquentar a comida nela, pois a química do bisfenol contido no plástico é prejudicial. Então esquente no prato.

marmitas congeladas

2- Utensílios importantes

Durante a produção das suas marmitas congeladas, alguns objetos podem te oferecer maior praticidade e otimização do tempo. Como exemplo, uma tábua grande para cortar todos os legumes e verduras necessários, é essencial.

Outra dica é ter um processador elétrico ou um processador manual (que é mais barato) para triturar ou desfiar legumes e verduras.

É uma mão na roda. Assadeiras e frigideiras antiaderentes auxiliam no processo rápido de cozimento e frituras sem precisar de óleo e evitando que grude na panela, o que evita horas lavando a louça.

Ter várias tigelas de alumínio te ajuda a deixar as verduras e os legumes de molho na água enquanto você prepara outro alimento.

Os potes de plástico (opte pelos livres de BPA) também são essenciais para guardar as folhas da sua salada na geladeira (elas não devem ser armazenadas no congelador, pois murcham e perdem as vitaminas). Se o pote tiver lacre de silicone, melhor ainda para conservar.

Outro utensílio bem importante é um coador grande de alumínio ou uma panela própria de cozinhar legumes no vapor. Essa é a melhor maneira de cozinhar legumes e mantê-los com suas vitaminas e sais minerais.

Marmitas congeladas

3- Armazenamento de marmita congelada

Como este artigo não tem foco nas receitas, a dica agora é sobre como armazenar a comida, depois que você já cozinhou.

Separe a quantidade de potes ou embalagens que você vai preencher com suas refeições, distribua a comida e deixe esfriar antes de guardar para não criar cristais de gelo.

Ao deixar esfriando, mantenha a tampa aberta. Isso evita que formem gotículas de água na tampa, que vão cair na comida e virar gelo, o que deixa a comida menos saborosa.

E uma dica bem legal, se você quiser deixar um estoque de legumes e verduras no congelador para juntar com suas marmitas futuras, é cozinhá-los com um pouco de sal, e logo em seguida colocar em água gelada para dar um choque térmico.

Em seguida, coloque-os em saquinhos (retire todo o ar) ou em tupperware. Depois é só esquentar e jogar os temperinhos. Lembrando de sempre esquentar em pratos ou potes de vidro, nunca em plásticos.

4- Como descongelar as marmitas congeladas?

Não tem segredo para descongelar uma marmita congelada. A única coisa que você não deve fazer, é retirar do congelador e deixa que ela descongele fora da geladeira , pois isso pode juntar bactérias.

Há duas opções: se você puder retirar do congelador e colocar na geladeira para a marmita, de um dia para o outro, descongelar de forma gradativa. Ou, se estiver com pressa, o microondas resolve sua vida.

Ganhe tempo mais tempo adquirindo nossa comida congelada saudável

Enfim, essas foram as dicas para consumir marmitas congeladas da melhor maneira possível e de forma organizada. Mas caso você queira aproveitar melhor seu tempo e fazer outras coisas que você gosta, comprar marmitas congeladas  pode realmente ser a melhor opção para sua rotina! Então caso queira experimentar as marmitas congeladas 100% naturais da Lucco Fit, fique a vontade em nosso site. Até a próxima dica do Blog Lucco Fit!

Marmitascongeladas