Blog

planejamento-mensal-de-alimentação

Hoje em dia a prática da alimentação saudável virou febre, e podemos até arriscar dizer que virou mesmo uma tendência. Mas convenhamos que se essa moda viraliza, teríamos menos pessoas com problemas de saúde e mais gente saudável e feliz.

Porém, o que empaca muita gente de seguir diariamente a alimentação saudável é a falta de planejamento e até mesmo a preguiça de organizar toda a sua agenda em prol de se alimentar melhor. Porém, sem disciplina e organização não há evolução.

Outro empecilho para quem começa bem e logo depois desiste de seguir na alimentação saudável é a crença limitadora de que comer bem é mais caro, mais complicado de fazer e até mesmo menos saboroso.

Na verdade, comer de forma saudável pode ser sim muito saboroso, com preço acessível e até ser prático. O que manda é o hábito, se você criar o hábito de se planejar mensalmente para essa dieta saudável, logo logo a prática vai virar rotina e vai se integrar naturalmente no seu dia-a-dia.

Agora que você já se convenceu de que é perfeitamente possível se alimentar bem, vamos seguir um passo-a-passo mensal para uma dieta saudável.

Como fazer um planejamento mensal da sua alimentação saudável

Primeiro é importante ressaltar que essas duas palavrinhas andam juntas: alimentação saudável e atividade física. Podemos dizer que são uma dupla imbatível para a manutenção da saúde do corpo e da mente.

Eu imagino que você tenha um dia turbulento, daqueles lotados de tarefas urgentes e que é quase engolido pelo dia que passa voando, acertei?

Pois então você faz parte da grande maioria das pessoas que trabalham, estudam, tem família para cuidar e a sua saúde para dar atenção.

Entretanto, sinto dizer que isso não é desculpa para não se organizar e se alimentar melhor, e dizendo de forma curta e grossa: se você sofre dessa desculpite aguda, você não prioriza a sua saúde.

Falta de tempo, é falta de prioridade. Se  a sua saúde é prioridade, dê um jeito de colocar essas dicas aqui em prática. Você consegue.

E acredite! O seu desempenho no trabalho, nas atividades físicas e o seu humor vão melhorar bastante nas relações interpessoais. Alimentação saudável e qualidade de vida também andam juntinhas. Enfim, acompanhe as dicas que separamos pra você.

1- Faça uma lista de compras

É primordial fazer uma lista de compras tendo como referência o estilo da sua dieta. Lembrando que é importante a orientação de um profissional que vai te direcionar com base em suas necessidades e adaptar a sua alimentação para o seu caso.

Crie um bloco de notas (pode ser no papel ou no aplicativo do celular, como preferir) para uma lista mensal e uma lista semanal de compras. De preferência, faça suas listas no domingo, para começar bem a semana. Aí você me pergunta: por que duas listas?

A lista mensal vai conter alimentos não perecíveis e os semanais alimentos perecíveis. Mas não se engane com os alimentos não perecíveis, não encha seu carrinho com enlatados ou molhos prontos.

Algumas dicas de alimentos não perecíveis, mas saudáveis: pacote de aveia (farinha ou em flocos), macarrão sem glúten, arroz integral, feijão, grão de bico, ervilha, entre outros. Já os alimentos perecíveis são as frutas, verduras, legumes que duram menos tempo, mesmo na geladeira.

O que você puder congelar e não comprometer a qualidade do alimento vai te auxiliar e dará mais agilidade no seu dia-a-dia. Não esqueça de colocar nessa lista, aquelas comidinhas entre as refeições que te ajudam a saciar a fome, como as castanhas, frutas secas, frutas frescas e alguns tipos de queijo.

 

2- Crie o seu cardápio mensal

Depois da lista feita e compras realizadas, comece planejando o seu cardápio semanal, para depois visualizar o seu cardápio mensal. Temos quatro semanas no mês, dessa forma serão quatro planejamentos mensais e a organização das refeições de sete em sete dias.

Comece escolhendo as suas combinações diárias para o almoço e o jantar. Para facilitar, você pode separar por categorias:

  • Salada: legumes, verduras, folhas em geral, temperos. Exemplo: alface, rúcula, agrião, cenoura, beterraba, batata, frutas, queijos;
  • Prato principal: deve compor uma proteína animal e para os vegetarianos e veganos, uma proteína vegetal;
  • Prato base: deve compor carboidratos, como batata, mandioquinha, feijão, arroz, grão de bico, lentilha. Lembrando de não colocar dois carboidratos na mesma refeição;
  • Guarnição: verdura ou legume assado/refogado.

É importante intercalar alimentos e variar nas cores. A ideia é criar o seu cardápio de refeições por semana. Dessa forma, fica mais fácil visualizar e não repetir a comida na semana seguinte, a não ser que você queira repetir uma receita que adorou.

Faça as combinações de receitas, de acordo com sua preferência e criatividade, conforme as categorias acima e deixe em vasilhas prontas, ou seja, sete vasilhas prontinhas para a sua semana saudável. Coloque no congelador e vá observando o que está acabando para no próximo domingo você repor.

Outra ideia é fazer a sua saladinha, temperar e colocar em potes de vidros já com a quantidade ideal para cada refeição. Ela pode durar até 4 dias dentro do vidro armazenado na geladeira. Depois é só unir à sua refeição principal.

3- Como armazenar os alimentos

Quanto ao armazenamento dos alimentos, como as verduras, legumes, folhas e frutas, sempre os mantenha refrigerados, com temperatura em torno de 10ºC, pois esses alimentos são sensíveis e as folhas podem “queimar” e as frutas manchar.

A melhor maneira de armazenar frutas e legumes é guardar em recipientes de plástico ventilado, individualmente, sem lavar. Já as folhas devem ser higienizadas, secas e guardadas também em recipiente ventilado de plástico ou em saquinhos plásticos com ar dentro.

Lembrando que para adquirir os benefícios da alimentação saudável, a sua dieta deve conter proteínas, carboidratos, gorduras (boas), cálcio, fibras, minerais e vitaminas.

É clichê dizer para você eliminar/diminuir o açúcar, sódio, corantes e conservantes, mas é sempre bom ressaltar, não é?! Esse é o poder da alimentação saudável, além de promover a saúde física e mental também te ajuda a ter mais disciplina e organização, que você pode levar para todas as outras áreas da sua vida.

Enfim, vale ressaltar que para aqueles dias em que você preferir receber comidinhas prontas e congeladas no conforto do seu lar, as marmitas da LuccoFit são preparadas com muito carinho e bem pensadas para o seu projeto alimentação saudável. Se esse texto te ajudou, compartilhe com quem está precisando daquele empurrãozinho para iniciar uma vida fitness.