Blog

cortando-chocolate

Quem segue o estilo de vida fitness não pode nem ouvir falar em chocolate que o coração já acelera né?

Esse alimento é quase um tabu para aqueles que prezam pela saúde do corpo, pois, temem o ganho de peso. No entanto, o medo de comê-lo não precisa mais existir e vamos te dizer o por quê.

Em primeiro lugar vamos deixar claro que, em moderação, tudo pode, ok? Falando especificamente do chocolate, queremos oferecer algumas dicas para você incluir esse alimento na sua dieta sem culpa, mas sem exageros também.

Colher cheia de cacau em pó e ao lado dela algumas sementes de cacau.

Ele é confeccionado a partir do processamento das sementes de um fruto chamado cacau que é rico em substâncias chamadas de polifenóis. Os polifenóis são potentes compostos antioxidantes que mantém suas propriedades no subproduto do cacau, o chocolate.

Com grande quantidade de polifenóis, ele possui ação cardioprotetora e é saudável se consumido de maneira moderada e em suas formas com maior teor de cacau e menos açúcar.

Formas do Chocolate

As formas disponíveis são:

  • O chocolate amargo, que é feito á base de sementes e manteiga de cacau, e um mínimo de açúcar. (Teor de cacau 70-90%)
  • O chocolate meio-amargo possui sabor menos forte que o amargo e possui teor de cacau de 40-50%.
  • O chocolate ao leite é confeccionado com licor e manteiga de cacau, leite, açúcar, leite em pó ou leite condensado. (Teor de cacau mínimo de 25%)
  • O chocolate branco por muitos nem é classificado como chocolate, pois não possui sementes de cacau na sua composição. Composto por no mínimo 20% de sólidos totais de manteiga de cacau.

O amargo e meio-amargo também são ricos em triptofano, precursor da serotonina, que é responsável por causar aquela sensação de bem-estar. Mas o excesso de gordura também presente neles pode trazer malefícios, como provocar acne, aumentar o perfil lipídico sanguíneo e levar ao aumento do peso. Então, para aproveitar as vantagens ao máximo e evitar os perigos, prefira o amargo e, se possível, sem açúcar. Fique atento e mantenha uma dieta diversificada e balanceada, que pode sim ter chocolate, lembrando que os benefícios são sempre amplificados quando aliados com controle de açúcares e gorduras, uma dieta rica em fibras e a prática de exercício físico de forma regular.